Trilhas:
O Coração, A Mente

Linóleo-gravuras.

Aqui se entremeiam Mente e Coração. Quem é quem nessas Trilhas? As estradas da mente; os caminhos do coração. Já se cruzaram? Será que um dia coração e mente se apaixonarão? Será que parirão, afinal, a paz? Um belo dia, falará a boca do que está cheio neste sonho chamado mente-coração? Esta é a vivência humana. Este é o eterno e mais antigo conflito: o caos e a ordem, a lua e o sol, o velho e o novo...

10 linóleo-gravuras com tiragem única; monoimpressão à mão, sem prensa, feita com colher de metal com tinta óleo litográfica sobre papel japonês de fibra de amoreira / peças únicas / 2010

Participou da exposição solo Trilhas: O Coração, A Mente, em 2011.
Trilhas 1

UMA ALMA
30,50 x 40,65cm



Trilhas 2

PENSAMENTOS
20,35 x 25,40cm



Trilhas 3

MUITOS PENSAMENTOS
20,35 x 25,40cm



Trilhas 4

OCUPADA
20,35 x 25,40cm



Trilhas 5

CRIAÇÃO
30,50 x 40,65cm



Trilhas 6

O OUTRO
30,50 x 30,50cm



Trilhas 7

TODOS NÓS
40,65 x 51cm



Trilhas 8

TRILHAS
45,75 x 61m



Trilhas 9

PERDA
51 x 61m



Trilhas 10

CRESCIMENTO
30,50 x 91,50cm



Trilhas 11

SENTINDO-SE VIVA
45,75 x 61m



Trilhas 12

O CORAÇÃO, A MENTE
40,65 x 51cm



SOBRE A COLEÇÃO


Encantou-me e me deu prazer fazer esse estudo. O entalhe e a monoimpressão totalmente feita à mão dão trabalho, mas que laboração sutil e delicada ela é. Sente-se como que uma aura muito inteligente está por ali. As coisas que a matriz entalhada vai revelando e que eu não percebo, à princípio...

Trabalho, em sua maior parte, com o processo do movimento espontâneo: sem preparações, estudos, esboços (com poucas exceções, para peças figurativas, como La Porca Espinhosa, Cabeça, Chita-Bonita, e algumas outras). Mesmo assim, o tal esboço é praticamente ridículo, uma miniatura muito mais para ter ideia espacial. Prefiro o jogo da sincronia a saber o que vai acontecer. Para isso, é preciso coragem, fé no corpo. Ter olhos na mão? Confiar à alma, os dedos.

Achamos que o que pensamos é nosso, é nossa verdade; e tantas vezes, condenamos nossos impulsos e intuição, chamando-os de loucura.

TÉCNICA


Apenas duas matrizes foram utilizadas na produção desta coleção. Em uma (vermelhos), não fiz marcas de entalhe. Na outra (pretos), há o meu entalhe. O vermelho é o Coração, puro, simples, direto, imaculado, verdadeiro. O preto é a Mente, perdida em pensamentos, elucubrações, dúvidas e tramas neuróticas, fantasiosas e, por que não? até mesmo belas.

O vermelho aqui é também o sangue, a emergência, o impulso sem pensar? a força vital, a kundalini, os chacras baixos, a paixão visceral, o que está vivo.